INSS pode ficar sem metade dos funcionários em três anos.

0
14

O INSS poderá ficar, num prazo de 3 anos, sem metade de seus servidores. Esse é um dos 15 principais problemas apresentados pelo TCU (Tribunal de Contas da União) em seu diagnóstico sobre os principais gargalos do país. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

O trabalho foi feito pelo TCU em parceria com tribunais de contas de estados e municípios e foi recentemente apresentado no seminário Pacto Pela Boa Governança. Foram identificados os três principais problemas de gestão em cinco áreas: saúde, educação, segurança, previdência e infraestrutura.

O TCU ficou responsável pela identificação dos problemas no governo federal. E, no caso da Previdência, foi identificado que o INSS está com seu quadro de pessoal desatualizado e que, se não for renovado, há risco de descontinuidade no atendimento do órgão.

Além desse problema, para o TCU, o atual Regime Geral da Previdência é insustentável. “É uma bomba relógio”, afirmou o ministro Augusto Nardes, presidente do TCU, sobre a falta de recursos para continuar pagando as aposentadorias no futuro.

O TCU também apontou que na área da saúde um dos gargalos é a “falha na regulação dos preços de medicamentos”. Também foi identificada “desigualdade na prestação de serviços” e “deficiências na gestão de Recursos Humanos e materiais”.

Fonte: Site Previdência Total